6 DICAS DE SEGURANÇA PARA PORTARIA DE PRÉDIOS RESIDENCIAIS

com Nenhum Comentário

Não importa o estado e a cidade: todos estão sujeitos a serem vítimas de assaltos. Por isso, adotar medidas de segurança para evitar invasões de bandidos é uma prática muito importante para prédios residenciais. Como a portaria é o ponto mais importante, separamos algumas dicas de segurança para portaria de prédios residenciais.

1 – Contrate porteiros treinados

O condomínio precisa ter normas específicas de segurança e os porteiros devem ser treinados para segui-las. Por exemplo, nunca devem liberar a entrada de alguém na portaria sem antes um dos moradores autorizar. Também não devem permitir que entregadores entrem e subam no prédio. O mesmo vale para veículos.

É preciso identificar o carro e quem está dentro do veículo. Isso serve para evitar que um carro furtado seja usado para entrar no condomínio, por exemplo. Para isso, treinamento contínuo é essencial. Você pode tanto contratar o porteiro e dar o treinamento a ele ou contratar uma empresa terceirizada que já encaminhe para o trabalho profissionais treinados e capacitados.

2 – Siga as regras do condomínio

Claro que os funcionários precisam ser treinados e qualificados para as suas funções, mas é necessário que os condôminos ajudem. Por isso, todas as normas de segurança devem ser determinadas em reuniões de condomínios. Depois disso, é recomendável o envio por email ou a fixação delas em local público, para que todos tenham acesso e possam ler sempre que julgarem necessário. Além disso, sempre que preciso, novas normas devem ser estabelecidas para atender às necessidades do local.

3 – Atente para os equipamentos de segurança

É importante se preocupar tanto com as câmeras da portaria e dos corredores quanto com as que ficam nos jardins, piscinas, quadras e pátios. O mesmo vale para a iluminação, que deve estar em dia. Para isso, além de contratar uma empresa especializada na colocação das câmeras, é importante ter um plano de manutenção das lâmpadas e da rede de iluminação para garantir que tudo estará aceso.

4 – Escolha o tipo certo de porta

As com vidros escuros ou espelhados são as mais indicadas. O ideal é que não sejam colocados vasos grandes ou quadros que impeçam a pessoa que está dentro de ver o que está acontecendo lá fora.

5 – Tenha cuidado na hora e entrar e de sair

Ao entrar com o carro, é necessário que todos fiquem atentos para ver se não há algo suspeito por perto. O mesmo vale para a hora de sair. Olhar o circuito interno de câmera pode impedir que ao sair do condomínio a pessoa seja abordada.

6 – Não forneça chaves para empregados

É importante que os empregados domésticos não tenham acesso às chaves, pois podem tanto levar alguém para dentro do prédio quanto serem roubados e as chaves acabarem caindo em mãos erradas. Isso precisa ser uma norma do condomínio e todos precisam colaborar.

fonte: http://empresasminister.com.br

Deixe uma resposta